FAMOSIDADES

FAMOSIDADES

Por RENATA DAFLON

RIO DE JANEIRO - Ele teve uma infância difícil, mas conquistou fama ao lado do irmão e hoje está entre os artistas mais respeitados do cenário musical. Seu nome é Mirosmar José de Camargo, também conhecido por Zezé Di Camargo. Ao lado de Luciano, o cantor de 47 anos forma uma das duplas de maior sucesso do mercado sertanejo. E se engana quem pensa que Zezé não gosta de assumir suas raízes.

Contar tão somente que esses meninos, de origem tão humilde, alcançaram fama e prestígio além das fronteiras nacionais é reduzir a trajetória de Zezé Di Camargo e Luciano a uma mera síndrome de Cinderela. O Famosidades não tem essa pretensão. Um pouco da história dos cantores ficou conhecida através do longa “2 Filhos de Francisco”, que relatou a trajetória dos irmãos até o sucesso conquistado com o primeiro hit, "É o Amor", em 1991.

Esta semana nossa coluna de entrevistas traz para você, caro leitor, um conversa exclusiva com o cantor de Pirenópolis. Simpático, Zezé falou sobre a carreira, família, e fez uma análise do atual cenário sertanejo. Para ele, o termo “setanejo universitário” não passa de um rótulo empregado de forma errada em algumas duplas que cantam a boa e velha moda de raiz com um toque moderno.

“Não existe diferença entre o sertanejo que fazemos e o dito sertanejo universitário... Não gosto do rótulo universitário. O que todos fazem é sertanejo e ponto. Pra que rótulos? Tem dupla que tem 17 anos de carreira, como João Bosco & Vinícius, que são meus amigos, que estão na estrada há muito tempo e fazem um belíssimo trabalho. Eles cantam sertanejo”, esclareceu o cantor.

Pai de uma cantora pop, Zezé ainda falou que não tinha pretensões de ver Wanessa cantando em uma roda de viola, mas não desaprova o estilo musical da filha. “O estilo da minha filha sempre foi outro... O que é absolutamente natural. Wanessa é urbana, nasceu na capital. Não teve as mesmas influências musicais. Ela seguiu meus passos, mas cantando com a verdade e a essência dela”, contou.

Durante a entrevista, o cantor comentou a chegada das novas duplas que invadiram o cenário sertanejo e descartou a hipótese do gênero sair de moda. Cheio de personalidade, Zezé falou sobre Luan Santana, Maria Cecília & Rodolfo, João Bosco & Vinícius e muito mais.

Clique nas páginas a seguir e confira o que pensa esse Zezé Di Camargo.