Divulgação/TV Globo

Divulgação/TV Globo

A trama girava em torno da família Venturini. Dom Lázaro (Lima Duarte) era obrigado a conviver com Ricardo Miranda (José Mayer), sócio minoritário de sua empresa, que teve um caso com sua falecida mulher. Ricardo mantinha um caso secreto com Isadora (Sílvia Pfeiffer), viúva de um dos filhos de Lázaro que odiava a nora.

Divulgação/TV Globo

Divulgação/TV Globo

Além disso, a dupla despertou o ódio de outros personagens que passaram toda a novela tentando se vingar dos vilões. A jovem Patrícia (Adriana Esteves) se tornou amiga de sua filha para se aproximar do empresário e fazê-lo pagar por ter destruído a vida de seu pai. Só que ela não esperava que fosse acabar se apaixonando pelo crápula.

Já Berenice (Nívea Maria) queria se vingar de Isadora pelo fato da mãe de Marco Antônio ter humilhado sua filha Fernanda (Lídia Brondi) e proibido a moça de namorar com o herdeiro dos Venturini. Com a ajuda de Mimi Toledo (Ísis De Oliveira), que fora apaixonado pelo falecido marido de Isadora, Berenice consegue fazer com que o pobre Doca (Cássio Gabus Mendes) se passe pelo ricaço Eduardo Costabrava, engane a megera e tenha aval da morena para namorar sua filha, a doce Victória (Lisandra Souto). O rapaz acaba se apaixonado por Fernanda (veja o final dessa história no Facebook do Famosidades). 

Reprodução/TV Globo

Reprodução/TV Globo