FAMOSIDADES

FAMOSIDADES

Por BARTIRA BETINI

SÃO PAULO - Há duas semanas era exibido o último episódio de "Mulheres Ricas". O programa da Band mostrou a vida de cinco milionárias, com seus costumes e luxos. A atração gerou algumas críticas, por exibir uma realidade bem diferente da maioria dos brasileiros. 

Pegando carona no sucesso da trupe de Narcisa Tamborindeguy e Val Marchiori, uma turma de cinco mulheres também anda fazendo sucesso na internet. O programa "Mulheres Pobres", idealizado pela atriz Cecé Fialho, é uma divertida paródia em cinco episódios.

Na trama, o quinteto conta como é o dia a dia de quem trabalha muito e não tem, quase, nenhum glamour. A manicure Evellynn (Cecé Fialho), a atendente de lanchonete Kellen (Fernanda Magnani), a diarista Maráia (Flávia Strongolli), a secretária Janaínakelly (Jana Mundana) e a desempregada Estephany (Daphne Bozaski) são as protagonistas.

Elas vivem situações do dia a dia das pessoas das classes C e D, como estar desempregado e ir de loja em loja atrás de emprego; comer de marmita; pegar ônibus 4h30 da manhã para chegar no trabalho às 7h; além de enfrentar metrô cheio e outras situações corriqueiras vividas pelos brasileiros.

"Conversando com uma grande amiga falamos como seria interessante mostrarmos o lado mais real do brasileiro. Em dois dias, escrevi o perfil de todas as personagens, fiz os dois teaser, escrevi o primeiro episódio e chamei as meninas para participarem. Todas aceitaram e aí a correria começou. Não esperávamos tanta repercussão em tão pouco tempo", disse Cecé ao Famosidades.