FAMOSIDADES

FAMOSIDADES

MAIS: No hospital: Chico Anysio deixa a UTI e já está no quarto

Por FAMOSIDADES

RIO DE JANEIRO - Como não lembrar de Gabriela Spanic, ou melhor dizendo, a atriz que interpretou Paulina e Paola Bracho na novela "A Usurpadora"? Então, a atriz que ficou famosa até no Brasil graças à trama mexicana foi envenenada com cloreto de amônio por sua própria assistente.

Segundo o site "The Press Assossiation" a ajudante pessoal da atriz, Marcia Celeste Fernández Babio, foi acusada de ter cometido o crime e chegou a ser presa no México. Mas apesar da tentativa de assassinato sofrida, Gabriela passa bem.

"Tanto Gabriela Spanic, Gabriel de Jesús Spanic [seu filho de 2 anos], Dona Norma Utrera de Spanic [mãe da atriz] e a empregada doméstica Lorena Cruz estão em tratamento médico para desintoxicação", afirmou em nota a assessoria de imprensa da atriz.

De acordo com informações da polícia local, desde abril que a artista, sua mãe, seu filho e a babá "começaram a ter problemas de saúde como vomito e dores de cabeça e de estômago".

Após serem feitos vários exames, foi descoberta a presença de "altos índices de amônio" no sangue. A polícia ainda informou que o envenenamento sistemático poderia até provocar morte a longo prazo.

A argentina Maria Celeste foi acusada de tentativa de homicídio. Ela trabalhava desde janeiro com Gabriela e colocava substâncias tóxicas nas refeições da família há quatro meses.

"Confirmamos que é verdade o fato noticiado pela imprensa. No momento, não temos nenhuma declaração da parte de Gaby Spanic", informou o comunicado da assessoria.

Atualmente, Gabriela está no ar na novela mexicana "Soy tu dueña", interpretando uma vilã.

Acompanhe o Famosidades no Twitter: http://twitter.com/Famosidades