Reprodução/Forró DicumForça

Reprodução/Forró DicumForça

por FAMOSIDADES

SÃO PAULO - Gilson Batata, baixista da banda "Calcinha Preta", morreu nesta sexta-feira (25), vítima de um infarto fulminante. O músico, que também é diretor artístico do grupo, faleceu antes de um show em Caicó, interior do Rio Grande do Norte. O músico tinha 48 anos. Gilson Pereira de Almeida se sentiu mal já no início da noite, foi encaminhado para um hospital, mas não resistiu. De acordo com informações de uma enfermeira que o atendeu, ele comentou que desde a manhã vinha sentindo dores no peito, mas só resolveu procurar um médico quando não conseguiu mais suportar, a pedido da produtora da banda, Lizziane. Os integrantes da banda estiveram no local mas não quiseram falar com a imprensa. O show foi obviamente cancelado e o corpo seguiu para Aracaju, onde Gilson morava, ainda na madrugada. O funeral acontece neste sábado (26), no Cemitério Colina da Saudade às 17h30. Paulinha Abelha, vocalista da Calcinha Preta, falou ao Blog Cardoso Silva, de Caicó, após saber da notícia da morte de Gilson Batata. "É um momento muito difícil pra gente", afirmou. Ela garantiu que o baixista não tinha problemas de saúde e que ele seria avô nos próximos dias.

Gilson Batata, que nasceu em Ribeira do Pombal, na Bahia, já tocou em grupos como Los Guaranys, Vim Te Vê e Forró Sucesso, e acompanhou músicos como Roberto Alves, Ismar Ribeiro e Chiko Queiroga. Ele deixa esposa e quatro filhos.

O “Calcinha Preta” ficou nacionalmente conhecido depois do sucesso “Você não vale nada”, hit de “Caminho das Índias”.  Na noite desta sexta, o “Calcinha Preta” apareceu no especial de Roberto Carlos, gravado há dez dias.

Acompanhe o Famosidades no Twitter: http://twitter.com/Famosidades