FAMOSIDADES

FAMOSIDADES

Por RENATA DAFLON

RIO DE JANEIRO - O Por Onde Anda desta semana é com o ator Pedro Furtado. Com certeza você se lembra dele. Basta olhar para a foto acima, e você logo se lembrará do Fred, seu personagem, em “Mulheres Apaixonadas”. Aliás, sete anos depois da novela, o ator revelou que mesmo com as mudanças naturais do tempo, as pessoas ainda comentam sobre o personagem. “Sem mentira, não há semana que alguém na rua não me chame de Fred. Isso porque já faz sete anos que a novela estreou e eu estou, naturalmente, mais velho e de barba”, falou.

O Famosidades foi à caça deste gaúcho, que conquistou o público com seu personagem tímido e meigo no folhetim de Manoel Carlos. Para começo de conversa, descobrimos que a paixão pela arte começou logo cedo na vida desse moço. Filho do diretor Jorge Furtado, Pedro contou que recebeu grande incentivo do pai na escolha pela profissão.

“Crescer em um ambiente artístico, com certeza, me fez tomar gosto pela coisa. Uma das maiores qualidades do meu pai é a vontade dele de compartilhar com os outros tudo o que ele acha legal: um livro, um filme, um disco, um quadro, uma peça de teatro. E acho que ele tem bom gosto, o que também ajudou a formar o meu próprio gosto”, disse ao Famosidades.

O ator, que começou a carreira aos 17 anos atuando no longa “Houve Uma Vez Dois Verões”, dirigido pelo próprio pai, contou como a experiência mudou sua adolescência. “Foi uma experiência que eu nunca vou esquecer, e que fez muito bem para um adolescente inseguro, magrinho e cheio de espinhas. No colégio, sempre tem o cara que todo mundo quer ter no seu time de futebol, o cara que todas as gurias querem namorar, o cara que todo mundo quer ter no seu grupo de estudos. Eu era o cara que todo mundo queria ter no grupo de teatro”, revelou.