FAMOSIDADES

FAMOSIDADES

Por WALLACE CARVALHO

RIO DE JANEIRO - Com a reprise da novela “O Clone”, no “Vale a Pena Ver de Novo”, muita gente anda se perguntando onde foi parar o ator Sílvio Guindane, que interpreta o fofoqueiro Basílio ajudante de Dona Jura na trama de Glória Perez. Pois o Famosidades foi atrás do carioca que começou ainda criança na carreira e fez um tremendo sucesso no fictício bar de São Cristovão.

Guindane contou que o convite para participar da novela foi feito pelo diretor Jayme Monjardim e reconheceu a importância do papel em sua carreira. “Foi um personagem muito popular e que deu muito certo. Já havia feito alguns trabalhos, mas o Basílio me tornou conhecido”, explicou. A amizade entre ele e a atriz Solange Couto resistiu ao tempo. “A gente criou um laço muito bacana e mantemos contato até hoje”, revelou.

Em 2005, o carioca voltou a trabalhar com Glória em “América” (2005), onde interpretou um dos imigrantes ilegais no comecinho da história. E foi voltando de uma das gravações no Projac que o ator sofreu um grave acidente de carro que o deixou entre a vida e a morte. Passou quatro dias em coma induzido por conta de um traumatismo craniano e de tórax. Como em um folhetim global, o jovem se recuperou milagrosamente e nove dias depois deixou o hospital sem nenhuma sequela. “Eu nasci de novo. Claro que depois do acidente passei a ver as coisas de outra forma. Comecei a administrar melhor meu tempo. Agradeço todos os dias por estar vivo”, afirmou.

Sem contrato com a TV Globo, Guindane assinou com a Rede TV!, onde participou do seriado “Mano a Mano”. No humorístico, ele interpretava um cara pobre que descobria que tinha um irmão somente quando o milinário perdia tudo e tinha que ir morar na favela. “Era quase um teatro ao vivo. Como o 'Sai de Baixo', com plateia e tal. O tempo de comédia era muito diferente porque a gente tinha que esperar o público rir, foi uma experiência feliz”, disse.