Divulgação/TV Globo

Divulgação/TV Globo


Mas antes mesmo do termo virar moda, já tinha muita periguete dando o ar da graça nas telinhas. Quem não se lembra da personagem de Adriana Esteves em “Torre de Babel”, a danada Sandrinha? Só no sapatinho, ô ô! Disposta a se dar bem na vida, ela abusava do jeito meigo e dengoso para conquistar algum homem rico, que pudesse tirar ela da vida de garçonete. Perigo, gente!