Por Ronald Grover e Lisa Richwine

LOS ANGELES, 20 Abr (Reuters) - Rich Ross deixou o cargo de presidente do estúdio Walt Disney, cargo no qual passou menos de três anos, período em que o lançou "John Carter", um dos maiores fracassos da história recente de Hollywood.

Ross, nomeado para o braço cinematográfico do grupo em 2009, nunca repetiu no cargo o mesmo sucesso que teve como presidente do Disney Channel, onde criou franquias de enorme sucesso, como "High School Musical" e "Hannah Montana".

"Não acredito mais que o papel de presidente será a adequação profissional correta para mim", disse Ross a subordinados por e-mail.

Uma fonte familiarizada com o assunto disse que a Disney não deve nomear imediatamente um novo presidente para o estúdio.

Em nota, o executivo-chefe da Disney, Bob Iger, agradeceu o trabalho de Ross no grupo e lhe desejou sorte nos futuros rumos profissionais.

"Durante mais de uma década, os instintos criativos, a perspicácia empresarial e a integridade pessoal de Rich Ross levaram a resultados em importantes negócios da Disney", afirmou.

(Reportagem de Ronald Grover e Lisa Richwine)